Reporter São José da Laje News

Notícias em Tempo Real
Gastrite e Saúde Bucal

Gastrite e saúde bucal: Entenda a relação entre elas

O corpo sofre com inúmeros tipos de patologias, umas mais comuns, outras não tão conhecidas. Contudo, o que devemos chamar a atenção é que a maioria delas possuem relação com outras partes do corpo, como ocorre com a gastrite e saúde bucal.

A gastrite é uma inflamação no estômago que traz dores e aquela “sensação de queimação”, e pode estar diretamente ligada aos fatores como alimentação e a maneira como lidamos com a saúde bucal e o estresse.

Além disso, quem possui tratamentos odontológicos em andamento, como o aparelho invisível, precisa tomar alguns cuidados, como manter uma alimentação equilibrada e boa higienização de forma ainda mais criteriosa para evitar que os resultados sejam negativos.

No presente artigo abordaremos a relação entre gastrite e saúde bucal, além de entender os principais tópicos dessa disfunção que pode ocorrer no corpo.

O que é a gastrite?

A gastrite é uma inflamação que ocorre nas paredes internas do estômago e sua principal causa são bactérias e a acidez, que também estão presentes na saliva.

Também são causas do aparecimento da gastrite o consumo exagerado das bebidas alcoólicas e o tabagismo, isto é, o fumo de diferentes tipos de cigarros e cigarrilhas.

Os sintomas da gastrite são variados e podem ser parecidos com o de um refluxo ou de má digestão como:

  • Vômito;
  • Dor de cabeça;
  • Mal-estar;
  • Queimação no estômago;
  • Enjoo.

Em alguns casos, a gastrite pode se manifestar após quadros de nervosismo, sendo conhecida como gastrite nervosa. 

Além disso, o quadro pode ter relação com a saúde bucal de forma bastante intensa e, inclusive, quem possui tratamentos em andamento como implante dentário pode precisar cuidar de forma redobrada da alimentação e da higienização da boca para que o procedimento não seja comprometido.

Gastrite e saúde bucal

Como mencionado, os principais fatores da causa da gastrite é a má alimentação, além do consumo de bebidas alcoólicas e transtornos de ansiedade. Entretanto, a saúde bucal também pode interferir no aparecimento desse quadro clínico.

Isso porque a boca contém variados microrganismos, que são bons e/ou ruins, e que precisam estar em equilíbrio para a plena saúde.

Contudo, quando uma pessoa não tem uma boa higienização, as bactérias ruins aumentam na cavidade e podem chegar na corrente sanguínea, se espalhando por outras regiões do corpo e gerando inflamações e infecções.

Assim, uma saúde bucal ineficiente seja em pacientes com aparelho dental invisível ou não, pode gerar uma gastrite ou ajudá-la a se manifestar; bem como pode contribuir com outras doenças por conta dos problemas envolvidos, como placa bacteriana e gengivite. 

Abaixo abordaremos sobre possíveis tratamentos para a gastrite.

Tratamentos para a gastrite

Para indicar o tratamento certo, as pessoas precisam consultar o gastroenterologista. Este médico indicará os cuidados necessários a serem tomados.Caso seja identificado que há uma relação com a situação bucal do paciente, então deve ser iniciado um tratamento multidisciplinar, com o dentista e o médico gastroenterologista. 

Assim, as placas bacterianas presentes na boca são cuidadosamente eliminadas. 

Além disso, pessoas que sofrem com gastrite e possuem lente de contato dental, ou outro procedimento em andamento, precisam do acompanhamento odontológico ainda mais cuidado, para evitar danos ao tratamento e permitir a saúde dos dentes. 

Para a resolução da gastrite são usados remédios que permitem que o estômago se torne menos ácido e/ou criando uma proteção para as paredes, de modo que o desconforto causado pela doença seja diminuído e até mesmo eliminado. 

O medicamento mais comum para isso é o omeprazol.

Caso a gastrite seja causada por uma bactéria chamada H. Pylori, também  são usados antibióticos específicos conforme indicação profissional. O tempo de tratamento com tal medicamento pode ser estendido em até 14 dias.

Ao final do tratamento é importante verificar por meio de biópsia se a bactéria foi eliminada.

O cuidado com a gastrite e com os dentes precisam passar pela alimentação e, durante crises e até mesmo como forma de prevenção, é importante comer porções pequenas de comida.

Outro cuidado necessário é dar preferência aos alimentos cozidos ou grelhados, evitar molhos e condimentos industrializados, evitar bebidas alcoólicas, gaseificados e sucos industrializados.

Alimentos crus e que sejam de difícil digestão, como a carne vermelha, também precisam ser evitados. Sempre que possível, evitar café, chocolate, chá preto e também frutas ácidas como limão, laranja ou abacaxi.

Assim, vimos que a gastrite possui uma relação estreita com a saúde bucal. Portanto, é importante sempre prestar atenção nos sinais e ter uma boa higienização bucal para evitar inflamações e demais problemas no organismo.

Além disso, quem estiver em tratamento odontológico como procedimentos como o clareamento dental e sentir sintomas da gastrite, precisa recorrer o mais rápido possível ao acompanhamento médico para encaminhamento e atuação mais ágil no problema, preservando o tratamento e a saúde como um todo.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.